Homem que matou rival e sequestrou ex-mulher continua foragido; ex-foi libertada


Já está em liberdade e sem ferimentos a mulher que foi sequestrada pelo ex-marido, em um posto de gasolina na rua Miranda Reis, em Cuiabá, depois que o namorado foi assassinado. Laricia Melhorança Reys, foi libertada pelo assassino na cidade de Pontes e Lacerda, próximo a fronteira com a Bolívia, para onde o criminoso José Antônio de Assis tenta fugir. A Polícia Militar faz uma intensa barreira na região da fronteira para prender o assassino.

José Antônio de Assis não se conformava com a separação de sua ex-mulher Laricia e quando ela chegou a um posto de gasolina com o novo namorado, a retirou do carro em que estava a força. Roberto Lemos dos Santos, 50 anos, tentou impedir o sequestro e acabou levando vários tiros, morrendo na hora.

Em seguida, José Antônio obrigou ex-mulher a entrar em seu carro e seguiram em direção à Bolívia. Depois de rodar 442 quilômetros,sem que a Polícia Militar de Mato Grosso conseguisse prender o homem, mesmo sabendo qual seria seu destino final, o assassino resolveu libertar a ex-mulher, na cidade de Pontes e Lacerda.

Ao ser deixada na estrada, Laricia ligou para parentes que acionaram a PM informando sua localização. Ela foi encontrada ainda abalada com tudo o que aconteceu e disse não entender como estava viva, pois o ex-marido enquanto dirigia lhe apontava arma a todo instante e dizia que iria matá-la.

A PM disse que José Antônio abandou o carro que usou durante o crime, um Renault Fluence logo depois de ter libertado a ex-mulher e que estaria fugindo a pé pela região. Ou que possa ter mudado sua rota de fuga indo para Rondônia, onde tem parentes.

Fonte: 24 Horas News