Tumba de sacerdote de 4.400 anos é descoberta no Egito

 Reprodução/Twitter

O túmulo de um sacerdote que remonta há mais de 4.400 anos foi descoberto em Saqqara, perto do Cairo, no Egito, por uma equipe de arqueólogos egípcios, anunciou, neste sábado (15), o Ministério das Antiguidades do Egito.

De acordo com os investigadores responsáveis, o túmulo do sacerdote chamado ‘Wahtye’ data da 5ª dinastia (entre 2500 e 2300 a.C), durante o reino de Neferirkare, cita a BBC.

“O túmulo está excepcionalmente bem preservado, colorido com esculturas no interior. Pertence a um sacerdote de alta patente”, explicou o ministro das Antiguidades, Khaled el Enany, em comunicado enviado às redações locais.

No mesmo documento, o governante explica que o local retrata “cenas que mostram o sacerdote com a mãe, a mulher e outros membros da família, assim como 24 estátuas”.

Em novembro, também em Saqqara, a mesma equipe de arqueólogos descobriu sete túmulos, incluindo quatro com mais de 6 mil anos. Durante a mesma descoberta os investigadores encontraram ainda besouros e gatos mumificados.

Recorde-se que Saqqara, a sul do Cairo, é uma das principais necrópoles do mundo e abriga a famosa pirâmide do faraó Djoser.

Fonte: Noticias ao Minuto