MULHER DE MILICIANO TRABALHOU POR MAIS DE UMA DÉCADA NO GABINETE DE FLÁVIO BOLSONARO


 Além da mãe, a mulher do ex-capitão do Bope Adriano Magalhães da Nóbrega, foragido da Operação "Os Intocáveis" e suspeito de envolvimento com o assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (Psol), também foi contratada para trabalhar no gabinete do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Segundo reportagem do Globo, Danielle Mendonça da Costa da Nóbrega trabalhou mais de uma década com ele. 

"De acordo com informações da Alerj, Danielle foi nomeada oficialmente em 6 de setembro de 2007, trabalhando ininterruptamente na equipe de Flávio Bolsonaro até 13 de novembro do ano passado, quando foi exonerada a pedido - terminologia utilizada quando o servidor pede sua desvinculação do cargo comissionado", diz a reportagem, que aponta ainda que "a nomeação veio poucos meses depois da chegada de Fabrício Queiroz ao gabinete".

Fonte: Brasil 247