Estudante é achada morta após sair de casa para fazer vestibular em SP


A estudante Rafaela de Campos, de 19 anos, que desapareceu no domingo (26/05/2019) após sair de casa para fazer vestibular, em Sorocaba, interior de São Paulo, foi encontrada morta na tarde desta segunda-feira (27/05/2019), na região central da cidade. O corpo estava em um trecho raso do Rio Sorocaba, numa das áreas mais movimentadas da cidade. De acordo com familiares, a estudante apresentava sinais de violência. A Polícia Civil aguarda o laudo da necrópsia para investigar possível crime.

Conforme o relato de familiares à Polícia Civil, Rafaela saiu de casa, em Votorantim, e seguiu para Sorocaba, cidade vizinha, onde prestou o vestibular em uma faculdade da região central. Às 18h41 de domingo, ela enviou mensagem pelo celular a uma amiga relatando que a prova tinha sido difícil. Rafaela cursava gestão financeira, mas pretendia fazer um novo curso, de ciências contábeis. “Muito difícil, sempre faço rapidão as provas. Fui a última a sair. Muito difícil”, escreveu. Quando a amiga respondeu, às 20h25, não houve retorno.

Como a jovem não voltou para casa, familiares entraram em contato com a polícia e registraram o desaparecimento. O corpo foi avistado por pedestres e retirado do rio por equipes do Corpo de Bombeiros. Rafaela estava vestida com calça jeans, camiseta regata e tênis. Familiares disseram que ela parecia ter marcas de agressão pelo corpo. O registro policial indica morte por causa desconhecida. A equipe de investigação da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) aguarda o laudo da necrópsia para definir se houve crime. Um laudo preliminar pode ser entregue ainda nesta terça-feira (28/05/2019).

Fonte: Estadão Conteúdo