Funcionários e empresários são presos suspeitos de desviarem R$ 26 milhões do BB

Divulgação/ Polícia CIvil

Rio - Um grupo de empresários e funcionários que desviou R$ 26 milhões do Banco do Brasil entre 2017 e 2018 foi desmantelado nesta quinta-feira. A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou nesta manhã uma megaoperação em oito estados e no DF para combater o esquema de corrupção e lavagem de dinheiro. Quinze pessoas foram presas.

Foram 28 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão temporária cumpridos contra funcionários e ex-funcionários do Banco do Brasil e empresários vinculados a empresas de cobranças e dívidas da instituição financeira.

As prisões foram no Distrito Federal, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Rio de Janeiro.

O delegado responsável pela investigação disse que funcionários e ex-funcionários do BB fraudavam repasses de valores a companhias de cobrança. "Posteriormente as empresas retornavam parte das quantias aos funcionários do Banco do Brasil, como proveito do crime”, destaca Leonardo de Castro.

Os envolvidos são investigados pelos crimes de organização criminosa — com aumento de pena em virtude da participação de funcionário público —, peculato e lavagem de dinheiro.

A deflagração da operação contou com o apoio operacional das polícias civis de Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e Rio de Janeiro. O Banco do Brasil prestou todo o apoio necessário às investigações.

Fonte: O Dia