Promessa do futebol, zagueiro é assassinado a tiros por três criminosos

Reprodução / El Comercio

Equador - A criminalidade infelizmente ceifou mais uma vida na América do Sul nas primeiras horas do último domingo, além de encerrar de maneira precoce o sonho de seguir carreira no futebol do Equador por parte do jovem zagueiro equatoriano Mauricio Quiñónez.

Segundo informações que foram colhidas até agora pela polícia do Equador, Mauricio estava em seu veículo na cidade de Guayaquil quando uma moto com três integrantes abordou o atleta em uma tentativa de assalto que resultou no disparo que vitimou fatalmente o jovem de apenas 18 anos de idade.

Quiñónez, que já tinha passagem pelas categorias sub-15 e sub-17 da seleção local, era jogador do Independiente Juniors, uma filial do Independiente del Valle que disputa a segunda divisão nacional. O atleta esteve, inclusive, no banco de reservas do último compromisso do Independiente na derrota por 1 a 0 diante do Santa Rita na última sexta.

O caso consternou o país e, especialmente, outras equipes do futebol nacional. Tanto é que, nos perfis de clubes como LDU, Barcelona de Guayaquil, Emelec, El Nacional e Delfín, mensagens de pesar foram postadas em homenagem ao jogador assassinado.

Ainda no último domingo, a polícia informou que um suspeito de participar do ato criminoso, identificado apenas como Leyther N., foi conduzido à delegacia para ser interrogado pelas autoridades do Equador.

Fonte: Lance