Cabo do Exército atropela quatro pessoas da mesma família

Reprodução/TV Globo

Rio - Um homem atropelou pelo menos quatro pessoas na noite deste domingo, na BR-116, altura de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O motorista era um cabo do Exército e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que ele estava alcoolizado.
O homem de 24 anos perdeu o controle do carro, atingiu um ponto de ônibus na calçada da rodovia e atropelou uma família que aguardava o transporte. A estrutura do local ficou completamente destruída. O militar aguardou o socorro chegar e, ao realizar o teste do bafômetro, teve resultado positivo para a ingestão de álcool.

Duas crianças foram socorridas para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (Hospital da Posse), mas a identidade delas não foi revelada pela PRF. O Corpo de Bombeiros de São João de Meriti foi acionado às 21h15 e atendeu outras duas vítimas, Juan Vitor V. da Silva, de 18 anos e Maria de Fátima V. S. França, de 49 anos.

Eles foram encaminhados para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Jardim Primavera, Duque de Caxias. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, Juan Vitor tem quadro estável e Maria de Fátima já teve alta hospitalar.

A Polícia Civil informou que um inquérito foi instaurado para apurar o caso. O motorista esteve na 54ª DP (Belford Roxo), onde foi ouvido e liberado conforme está previsto no artigo 301 do Código de Trânsito Brasileiro ("Ao condutor de veículo, nos casos de acidentes de trânsito de que resulte vítima, não se imporá a prisão em flagrante, nem se exigirá fiança, se prestar pronto e integral socorro àquela").

A 64ª DP (São João de Meriti), responsável pela área onde ocorreu o fato, vai cuidar do caso.

Em nota, o Comando Militar do Leste (CML) disse que um procedimento investigativo interno será aberto pelo comando da unidade do militar. Ainda segundo a instituição, "essa investigação também requisitará as evidências coletadas pelas autoridades policiais, mas o inquérito é civil, pois o militar não estava cumprindo ato de serviço."

Balanço do feriado

Entre os dias 19 e 23 de junho, a Polícia Rodoviária Federal contabilizou 63 acidentes, 76 feridos e duas mortes. Vinte condutores foram flagrados dirigindo alcoolizados por meio do teste do bafômetro e mais de 2 mil autos de infração foram realizados pela PRF. Em 2018, o feriado de Corpus Christi teve mais registros de acidentes e vítimas fatais. Foram 70 ocorrências e 7 mortes.

Fonte: O Dia