Rebelião deixa 52 mortos em presídio de Altamira, no Pará

Foto: Reprodução/Twitter

Uma rebelião dentro do Centro de Recuperação Regional de Altamira, no Sudoeste do Pará, deixou 52 detentos mortos, sendo 16 deles decapitados, na manhã desta segunda-feira (29). De acordo com o portal G1, a rebelião durou cerca de cinco horas e dois agentes penitenciários chagarem a serem feitos reféns, mas foram liberados.

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) destacou que uma briga entre organizações criminosas foi a causa do motim. De acordo com a pasta, internos do bloco A, onde estão presos de uma determinada facção, invadiram outra área que estão custodiados um grupo rival. Ainda não foram identificados que facções criminosas são essas.

Logo após isso, os presos trancaram a sala e atearam fogo no local. A fumaça invadiu o anexo e alguns detentos morram asfixiados. O motim teve início às 7 horas e só terminou ao meio-dia. O Grupo Tático Operacional da Polícia Militar esteve no local. A Polícia Civil, a Promotoria e o Juizado de Altamira também foram na unidade para participar das negociações para liberação dos reféns.

Fonte: Informações do G1 e Estadão Conteúdo