Após anúncio de aposentadoria de Sergio Chapelin, Sandra Annenberg vai para o 'Globo Repórter' e Maju assume o 'Jornal Hoje'

Reprodução

Rio - Hoje, Maju Coutinho completa 41 anos, mas o presente veio ontem, quando a Globo anunciou que a jornalista assume, a partir de setembro, como a única apresentadora do 'Jornal Hoje'. "Que honra e que grande responsabilidade apresentar um telejornal brilhantemente comandado pela competente e querida do público e dos colegas Sandra Annenberg", disse a aniversariante do dia na sua conta do Twitter.

A dança de cadeiras começou quando o diretor de Jornalismo da Globo, Ali Kamel, aceitou o pedido de aposentadoria de Sergio Chapelin, que atualmente apresenta o 'Globo Repórter'. Segundo o diretor, em um comunicado enviado à imprensa, há cinco anos, época de renovação de contrato, Chapelin já havia demonstrado vontade de se aposentar. Mas ele acabou se convencendo a ficar mais cinco anos e a voltar a conversar sobre o assunto no futuro. "Mas esse futuro chegou, ele me procurou algumas semanas atrás e a conversa se repetiu. Mesmo apaixonado pelo que faz, Sérgio ponderou que é parte da sabedoria encontrar o momento de desacelerar e aproveitar mais a vida, o tempo com a família", frisa o diretor de Jornalismo.

Na Globo desde 1972, Sérgio deixará o 'Globo Repórter' no fim de setembro. No twitter, o novo aposentado desejou sorte para as colegas. "Agora é a Glória Maria que vai mostrar as minhas férias na TV! Desejo todo o sucesso do mundo para a minha querida Glória e também para a Sandra e a Maria Júlia! Tudo de bom para todas".

Substitutas

"Como substituir alguém como Sérgio Chapelin? Com duas das mais completas e consagradas jornalistas da televisão brasileira, Glória Maria e Sandra Annenberg. Conversei com elas e fiquei imensamente feliz ao perceber o entusiasmo delas diante do novo desafio, tanto Sandra como Glória. O 'Globo Repórter', eu sei, empolga todos nós jornalistas, porque é um programa vitorioso, de altíssimo nível", afirmou Kamel.

Sandra contou que o 'Globo Repórter' é, de todos os programas da emissora, o único que ainda não tinha apresentado. "Foram 28 anos de casa, 18 à frente do JH. Que honra substituir Sérgio Chapelin, um ídolo, e estar ao lado da Glória Maria, um ícone. É um momento de renovação e será um grande desafio. É também uma alegria saber que o JH ficará em ótimas mãos, a Maju é muito querida. Só posso agradecer a oportunidade e dizer que estou muito feliz", afirma.

De acordo com Kamel, tanto Glória quanto Sandra não abrem mão da reportagem. Glória continuará a fazer as suas e Sandra as dela. Enquanto uma estiver em campo, a outra apresentará sozinha e vice-versa. "Minha vida é aprendizado e reinvenção. Esta nova etapa é um desafio que veio para me fazer crescer e melhorar profissionalmente. Muito feliz em estar neste momento com a Sandra, amiga querida e uma profissional com uma história de talento e sucesso. Temos muito para trocar. O mais bonito é a confiança do Jornalismo em colocar nós duas à frente de um programa tão querido e importante para os brasileiros" conta Glória.

A apresentadora ainda comemorou o momento vivido pelo ex-colega de programa. "Muito orgulhosa por poder voltar para casa e dar esta notícia para milhas filhas. E por saber que o Sérgio, amigo de uma vida e parceiro de todas as horas, está feliz".

Fonte: O Dia /Gabriel Sobreira