Mulher é ‘flagrada’ dirigindo a 710 km/h em rodovia do DF

Foto: TV Globo/Reprodução

Uma motorista foi multada em R$ 134 após o carro em que ela dirigia ultrapassar a velocidade máxima permitida em uma rodovia do Distrito Federal. O inusitado é que o registro no sistema de trânsito consta que o veículo estava a 710 km/h. O “flagra” foi na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB).

A velocidade apontada na multa é incompatível com as possíveis de serem atingidas por qualquer carro. Em nota, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) – responsável pela rodovia – informa que “não encontrou erro na notificação”.

Já o Detran afirma que “A infração foi registrada em uma rodovia distrital, portanto o lançamento no sistema não compete ao Detran”. Ainda de acordo com o órgão, “o sistema apenas mostra as informações das autuações cadastradas pelo órgão autuador na Base Nacional de Infrações de Trânsito”.

A servidora pública Lana Albuquerque, dona do veículo, disse que a multa foi aplicada em outubro do ano passado, mas ela só notou a infração nesta semana.

“ACHEI ESTRANHO PORQUE O DOCUMENTO DO IPVA 2019 NÃO CHEGOU, ENTÃO FUI CONSULTAR NO SITE DO DETRAN E ME DEPAREI COM A SURPRESA DE QUE MEU CARRO ESTARIA A 710 KM/H NA EPNB.”

Além da multa, no entanto, o documento trazia outro dado contestável: o de que a velocidade permitida para a via era de 600 km/h – 10 vezes maior do que o limite máximo.

Para a motorista, pode ter havido um erro do sistema, com acréscimo de um zero ao final. Apesar disso, ela não descarta que dirigiu acima da velocidade, e disse que vai pagar a multa.

“CERTAMENTE POSSO TER PASSADO UM POUQUINHO ACIMA DA VELOCIDADE DA VIA, PORÉM, O MEU CARRO AINDA NÃO É UM AVIÃO”, BRINCA.

Além do carro mais rápido do mundo
Com 178 cavalos de potência, apesar de ter um bom desempenho nas pistas, o carro da servidora pública não consegue atingir a velocidade que foi aferida pelo pardal.

Na verdade, a velocidade apontada na multa é incompatível com as possíveis de serem atingidas por qualquer carro. O Venom F5, carro da norte-americana Hennessey, quer ser o mais rápido do mundo. A empresa diz que o “hiperesportivo”, equipado com motor V8 biturbo, pode chegar a 484 km/h.

Já, em 2010, o Guinness registrou o Veyron Super Sport, da Bugatti (ligada à Volkswagen), como o carro mais rápido do mundo, com 430,9 km/h.

Para se ter uma ideia, um Boeing voa a uma velocidade média de 900 km/h – a marca alcançada corresponde a 75% da velocidade do som.

Fonte: G1