Cinco suspeitos de tráfico de drogas morrem em confronto com a PM em usina na Zona da Mata Sul de PE

 

Foto: PM/Divulgação

Cinco suspeitos de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas, assaltos e homicídios morreram, nesta sexta-feira (30), após um confronto com policiais militares. A operação, segundo as Polícias Militar e Civil, ocorreu em uma usina localizada em Escada, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, distante 60 quilômetros do Recife.


Por meio de nota, a Polícia Civil informou que as mortes ocorreram durante uma “intervenção policial”, na Rua da Matriz. Ainda segundo a corporação, os policiais revidaram a uma ”injusta agressão dos suspeitos”.


Na nota, a Polícia Civil disse, ainda, que foram apreendidos armas, drogas e dinheiro. Um inquérito foi aberto para apurar o caso. Os nomes dos cinco mortos não foram divulgados pelas polícias.


Imagens divulgadas pela PM mostram o resultado das apreensões: cinco armas, sendo dois revólveres e três pistolas (9 milímetros e ponto 40), nove carregadores de munição, projeteis e crack e maconha, além de R$ 2.700..


A Polícia Militar informou que “apesar do socorro imediato para uma unidade de saúde da cidade, os homens não resistiram aos ferimentos”.


A PM relatou que as armas e drogas foram encontradas em uma casa, usada como esconderijo. A residência fica em uma área rural.


Em entrevista coletiva, concedida na sede da PM, no Quartel do Derby, na área central do Recife, a PM informou que os cinco homens faziam parte de uma quadrilha que estava agindo em cidades da região, como Escada, Amaraji, Primavera e Ribeirão.


A PM disse que eles tinham envolvimento em tráfico de drogas, assaltos, roubos de carros e homicídios. A operação desta sexta foi montada a partir de informações levantadas pelo serviço de inteligência da corporação.


"Chegamos ao local onde eles estava escondidos e os homens começaram a atirar. No fim do confronto, verificamos que eles estavam feridos e levamos para o hospital de Escada, mas eles não resistiram. Eram jovens e muito perigosos", afirmou o major Aristóteles Cândido, comandante do Batalhão Especializado do Interior (Bepi).


Segundo o oficial da PM, a operação contou com apoio de equipes do 21º Batalhão. Na ação, a polícia apreendeu uma moto roubada.


O tenente-coronel Adriel, comandante do 21º Batalhão, informou que os homens envolvidos no confronto desta sexta faziam parte de uma quadrilha que já tinha sido investigada.


"Em julho deste ano, pegamos nesse mesmo distrito, em Escada, quatro homens e cinco armas", afirmou. O oficial informou que eles se envolveram em confronto, recente,pela disputa do tráfico de drogas na área.


Fonte: G1 PE