Após discussão com Ganso e resultados ruins, Oswaldo de Oliveira deixa o Fluminense

Foto: Nayra Halm/Parceiro/Agência O Dia

Rio - Oswaldo de Oliveira não é mais técnico do Fluminense. Os resultados ruins e o clima pesado com o elenco, que ficou evidenciado após a discussão em campo com Paulo Henrique Ganso durante o empate com o Santos, colocaram fim à terceira passagem do treinador pelas Laranjeiras na manhã desta sexta-feira.

A decisão da troca no comando foi tomada após uma reunião com a presença do presidente Mário Bittencourt, do vice Celso Barros e do diretor de futebol, Paulo Angioni. Em um mês à frente da equipe, Oswaldo dirigiu o Fluminense em cinco partidas do Campeonato Brasileiro, além do empate em 1 a 1 com o Corinthians, pela Copa Sul-Americana. Foram duas vitórias e três derrotas, com apenas dois gols marcados e sete sofridos. Ele deixa o Tricolor na 16ª colocação, com 19 pontos.

Ainda não há um alvo para o cargo, mas a torcida já deixou claro que deseja ver Cuca de volta ao clube. O treinador, responsável pelo 'milagre' de livrar o Fluminense do rebaixamento em 2009, teve seu nome gritado no Maracanã durante o duelo contra o Santos.

Fonte: O Dia