Casal indiano diz ter sido obrigado a deixar filho com hospital por não conseguir pagar parto

Foto: Reprodução

Um casal indiano disse nesta terça-feira (1) à imprensa local que foi obrigado a deixar o seu filho recém-nascido com o hospital por não conseguir pagar pelo parto. A alegação é de que a criança – o sexto filho do casal - seria vendida para adoção. O caso ocorreu na semana passada, em Agra, na Índia.

Shiv Charan e sua esposa Babita alegam que foram obrigados a assinar documentos que não entendiam, pois não sabem ler nem escrever. "Demos impressões do polegar em todos os documentos, conforme solicitado pelo hospital", diz Charan.

O casal disse ainda que não sabia onde buscar assistência médica gratuita por conta dos bloqueios por coronavírus, e por isso foi ao hospital, mesmo sem poder pagar.

O hospital nega qualquer irregularidade, dizendo que o casal concordou de boa vontade em desistir de seu bebê. De acordo com o Times of India, o caso será investigado.

Fonte: Revistacrescer