Cinco homens são presos em garimpo ilegal de diamantes, em Arenópolis

Foto: Divulgação PM

Cinco pessoas foram presas em flagrante em uma ação do grupamento ambiental da Polícia Militar (PM) contra o garimpo ilegal de diamantes em Arenópolis, município a 288 km de Goiânia. Segundo a PM, a atividade exploratória irregular ocorria em dois acampamentos às margens do Rio Caiapó.

As prisões aconteceram na última terça-feira (29), após denúncias anônimas. Representantes da Agência Nacional de Mineração (ANM) também participaram da ação.

Na mochila de um dos cinco detidos, a PM encontrou duas pedras de diamante. Durante as buscas em em um dos acampamentos, os policiais localizaram armas de fogo, munição, uma pepita de ouro e uma balança de precisão utilizada pelos garimpeiros.

No outro acampamento foram encontradas mais armas de fogo e munição. A equipe policial achou ainda cerca de 12 pés de maconha que, segundo o homem apontado como gerente de operações do local disse a PM, seria para consumo próprio.

Um dos presos disse para a polícia que coordenava as atividades no garimpo há aproximadamente de 20 dias e afirmou não ter licença para extrair as pedras no local. Ele disse ainda que pagava uma porcentagem da produção para o proprietário da fazenda e mais R$ 1 mil por mês de aluguel pelos acampamentos.

Para cada garimpeiro, o suspeito afirmou que pagava 36% da produção. Os diamantes, segundo ele, eram vendidos regularmente para o dono de uma fazenda localizada em Jaupaci, a 214 quilômetros de Goiânia. A Polícia Civil (PC) investiga o caso.

Fonte: Mais Goiás