Pia Sundhage renova e dirigirá seleção feminina até Olimpíada de 2024

 

Getty Images

A técnica Pia Sundhage ficará à frente da seleção brasileira feminina até os Jogos Olímpicos de 2024. Nesta quinta-feira, no dia em que a treinadora convocou a equipe para a disputa do Torneio She Believes, que será disputado em fevereiro, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, anunciou a renovação do contrato com a sueca.


"Esse cronograma foi alterado, na medida que as Olimpíadas foram prorrogadas, portanto o nosso plano de postergação do contrato veio antes do imaginado. Estamos muito satisfeitos e convencidos do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Pia. Os números falam por si. Ela vem fazendo um trabalho que é digno de aplausos", afirmou Caboclo.


O contrato entre CBF e Pia, de 60 anos, era válido até agosto. Agora, então, ganhou mais três anos, assegurando que ela estará à frente da seleção nas duas próximas edições dos Jogos Olímpicos, em Tóquio e Paris, além do Mundial de 2023, que vai ser disputado na Austrália e na Nova Zelândia. "Obrigada, presidente. Estou emocionada, meu coração está batendo mais forte", disse a treinadora sueca, que assumiu a seleção após o Mundial de 2019.


Neste começo de ano, Pia já havia reunido jogadoras para um período de treinos em Viamão. Agora, chamou a equipe para o She Believes, marcado para o período de 15 a 24 de fevereiro, nos Estados Unidos. E a principal novidade da relação é a meia Ivana Fuso, do Manchester United. A jogadora de 19 anos tem dupla nacionalidade, brasileira-alemã, e já passou pelas categorias de base da equipe europeia. Agora, foi chamada pela primeira vez pelo Brasil. Outro destaque da lista é a atacante Giovana, do Barcelona.


A estreia da seleção no torneio, preparatório para a Olimpíada, vai ser contra o Japão, no dia 18, às 18 horas (de Brasília). Depois, enfrentará os Estados Unidos, no dia 21, às 17h. E fechará a participação no She Believes diante do Canadá, no dia 24, às 18h. Todos os jogos serão disputados no Exploria Stadium, em Orlando.


Confira a lista de convocadas:


Goleiras: Bárbara (Avaí/Kindermann), Aline Reis (UD Granadilla Tenerife/Espanha) e Letícia (Benfica/Portugal).


Defensoras: Fabiana (Internacional), Tamires (Corinthians), Camilinha (Palmeiras), Tainara (Palmeiras), Rafaelle (Changchun Dazhong/China), Bruna Benites (Internacional),


Jucinara (Levante UD/Espanha) e Antonia (Madrid CFF/Espanha).


Meio-campistas: Formiga (Paris Saint-Germain/França), Luana (Paris Saint-Germain/França), Andressinha (Corinthians), Julia Bianchi (Palmeiras), Andressa Alves (Roma/Itália), Marta (Orlando Pride/Estados Unidos), Adriana (Corinthians), Chú (Palmeiras) e Ivana Fuso (Manchester United/Inglaterra).


Atacantes: Ludmila (Atlético de Madrid/Espanha), Debinha (North Carolina Courage/Estados Unidos), Bia Zaneratto (Wuhan Xinjiyuan/China), Cristiane (Santos) e Giovana (Barcelona/Espanha).


Fonte: Estadão Conteúdo

Como passar no encurtador Drop link