Com um a menos, Flamengo arranca empate com LDU e vai às oitavas da Libertadores

 

Getty Images

Com um jogador a menos desde os 14 minutos do primeiro tempo depois da expulsão de Willian Arão, o Flamengo novamente cometeu falhas defensivas graves, jogou mal, ficou perto de sofrer a primeira derrota na Libertadores, mas arrancou um empate com a LDU por 2 a 2 nesta quarta-feira. O time rubro-negro saiu na frente com Pedro, levou a virada, mas evitou o revés com um cabeceio certeiro de Gustavo Henrique no final da partida. O gol salvador do zagueiro garantiu o time rubro-negro nas oitavas de final da competição.


O Flamengo assegurou um lugar no mata-mata porque chegou aos 11 pontos no Grupo G e não pode mais ser alcançado pela LDU, terceira colocada e que está eliminada. O objetivo do time rubro-negro, agora, é avançar como líder da chave, posto que disputará com o Vélez Sarsfield para conquistar. Na próxima quinta-feira, 27, os dois se enfrentam no Maracanã na rodada derradeira da fase inicial do torneio sul-americano.


Antes disso, o Flamengo volta a sua atenção para a final do Campeonato Carioca. No sábado, às 21h05, enfrenta o Fluminense no segundo jogo da decisão para definir o campeão estadual. No duelo de ida, 1 a 1. Quem vencer, portanto, ficará com a taça.


Rogério Ceni surpreendeu na escalação ao optar pelo esquema com três zagueiros e preservar jogadores importantes, como Filipe Luís, Diego, Arrascaeta e Bruno Henrique, para a final do Campeonato Carioca. Gustavo Henrique, Bruno Viana e Léo Pereira formaram o trio defensivo e Willian Arão retornou para o meio de campo.


O meio-campista, aliás, teve papel importante no resultado do jogo. Em seu 300º jogo com a camisa rubro-negra, Arão teve uma noite infeliz e foi expulso aos 14 minutos do primeiro tempo. Em dividida com Amarilla, ele levantou demais o pé, acertou o rosto do adversário em cheio e recebeu o cartão vermelho direto.


Com um a menos, a vida do Flamengo, naturalmente, ficou mais difícil. No entanto, a inferioridade numérica foi compensada pelo talento de seus principais jogadores. Pedro formou dupla com Gabriel e, num lance de técnica, força, insistência e raça, conseguiu abrir o placar aos 31 minutos. Depois de cruzamento da direita para a área, o atacante brigou com o zagueiro duas vezes no corpo, dominou com muita categoria e chutou prensado por debaixo do goleiro. A bola ultrapassou a linha e entrou de mansinho.


Se o ataque continua funcionando e é o ponto forte do time rubro-negro há vários anos, a defesa segue sendo o calcanhar de Aquiles. Isso foi reforçado com o gol marcado por Guerra. O zagueiro subiu sozinho no meio da área após cruzamento da direita e cabeceou no canto esquerdo de Gabriel Batista para empatar a partida aos 34 minutos.


Ceni colocou Ramon e Bruno Henrique nos lugares de Léo Pereira e Gabriel e o Flamengo voltou melhor do intervalo, mais equilibrado e ajustado em campo. No entanto, quando parecia que estava perto de voltar a ficar à frente do placar, a equipe carioca levou a virada da LDU, novamente após jogada pelo alto.


Muñoz cruzou da direita para a área, Amarilla ajeitou com o peito para Johjan Julio, que driblou Bruno Viana com facilidade e bateu forte no alto. Belo gol dos equatorianos que evidenciou a fragilidade da defesa flamenguista em jogadas aéreas. Foi o 13º gol sofrido pelo time de Ceni na temporada dessa maneira.


O Flamengo sofreu muito pelo alto, mas também sabe usar essa jogada a seu favor. Foi dessa maneira que os comandados de Ceni evitaram o revés em casa, que seria o primeiro na Libertadores. No final da partida, o time carioca pressionou, mesmo que sem organização, e conseguiu o empate com Gustavo Henrique. Após falta cobrada por Arrascaeta, o zagueiro subiu mais que a defesa rival e cabeceou para o chão, Gabbarini não segurou, e a bola entrou no canto, aos 42 minutos. Gol salvador que colocou o Flamengo no mata-mata da competição continental.


FICHA TÉCNICA


FLAMENGO 2 X 2 LDU


FLAMENGO - Gabriel Batista; Gustavo Henrique, Bruno Viana e Léo Pereira (Ramon); Matheuzinho, Willian Arão, Gerson (Diego), Everton Ribeiro (Gomes) e Vitinho (Arrascaeta); Gabriel (Bruno Henrique) e Pedro. Técnico: Rogério Ceni.


LDU - Adrián Gabbarini; Quinteros (Perlaza), Guerra, Ándersson Ordóñez e Cruz (Ayala); Villarruel (Espinoza), Jordy Alcivar, Matiás Zunino (Muñoz), Julio e Billy Arce (Martínez Borja); Amarilla. Técnico: Pablo Repetto.


ÁRBITRO - Alexis Herrera (Venezuela)


GOLS - Pedro, aos 31, e Guerra, aos 34 minutos do primeiro tempo. Jhojan Julio, aos 14, e Gustavo Henrique, aos 42 minutos do segundo tempo.


CARTÕES AMARELOS - Cruz, Gerson, Bruno Henrique, Quinteros


CARTÃO VERMELHO - Willian Arão


Local - Maracanã, no Rio


Fonte: Estadão Conteúdo

0 Comments:

Postar um comentário

Como Assistir Filme no NetuTv Pelo Celular?

AJUDAR O BLOG CLIQUE NO ANUNCIO!

Como passar no encurtador Drop link

AJUDAR O BLOG CLIQUE NO ANUNCIO!