Internacional tem grande atuação e atropela o Flamengo no Maracanã; Gabigol é expulso após ironizar arbitragem

Cléber Mendes


 Rio - No domingo de comemoração, muita água no chopp dos pais Rubro-negros. Em partida repleta de erros, o Flamengo foi atropelado pelo Internacional, no Maracanã, pelo placar de 4 a 0. Yuri Alberto foi o artilheiro da noite com três gols marcados. O duelo registrou o primeiro gol de Taison desde seu retorno ao Colorado.

Num jogo de muita desorganização tática e ansiedade para balançar as redes do adversário, o Flamengo provou daquilo que vinha fazendo nos últimos jogos. A derrota acachapante veio para acalmar os ânimos e colocar os pés no chão visando a sequência importante de partidas eliminatórias, por Copa do Brasil e Libertadores.


O primeiro tempo começou com o Flamengo fazendo aquilo que é de costume. Tocando bem a bola, buscando as triangulações e as boas jogadas pelo corredor central. A primeira boa oportunidade veio aos nove minutos, quando Gabriel Barbosa tabelou com Diego e ficou cara a cara com o goleiro Daniel, que fechou bem o atacante e fez com que o atacante errasse o alvo.


Aos 15 minutos foi se desenhando a expectativa de um Flamengo mais uma vez dominante. Na primeira parte do jogo, a equipe de Renato Gaúcho começou a esboçar um sufoco para cima do Colorado, principalmente com a organização de Diego Ribas, as aproximações de Willian Arão e a criatividade fora da área de Gabigol.


Até que aos 18 minutos, em vacilo da zaga Rubro-negra, Edenílson achou belo passe no corredor entre Léo Pereira e Gustavo Henrique. Yuri Alberto saiu cara a cara e só deslocou o goleiro Diego Alves com um toque firme no canto esquerdo. Em uma jogada com cinco defensores contra dois atacantes, o Internacional conseguiu abrir o placar.


No momento em que a partida se apresentava franca, o roteiro estava mais favorável ao Internacional no primeiro tempo. O gol sofrido quebrou o ritmo de jogo do Flamengo, que começou a ter dificuldade em penetrar na zaga colorada formada por Cuesta e Bruno Méndez. A ansiedade pelo empate saiu como um tiro pela culatra para o Rubro-negro, que sofreu em mais um ataque rápido.


Após lindo lançamento de Saravia no contra-ataque, novo vacilo da zaga do Flamengo. Patrick recebeu na entrada da área e serviu Yuri Alberto, que, em noite de artilheiro, guardou mais um para o Inter. O atacante bateu forte e contou com o desvio em Gustavo Henrique, que tornou a finalização indefensável para Diego Alves. 2 a 0 e um cenário inimaginável para Renato Gaúcho.


No fim da primeira etapa veio a chance de diminuir o placar e descer para o vestiário com a situação menos desfavorável. Após cruzamento pela direita, Bruno Henrique desviou de cabeça de cara para o gol, mas o goleiro Daniel fez boa defesa em dois tempos.


Na volta para o segundo tempo, a pá de cal nas chances do Flamengo. Nos primeiros dez minutos na tentativa de sufocar o Internacional, mais um contra-ataque moral. Dessa vez, algo histórico para o autor do gol. Após passe de cabeça vindo de Patrick, Taison passou como quis pela defesa do Flamengo, saiu cara a cara com Diego Alves e fuzilou no canto esquerdo do arqueiro Rubro-negro. 3 a 0. Nem o mais otimista torcedor Colorado imaginava as circunstâncias apresentadas na noite deste domingo.


Pouco após o terceiro gol do Inter, mais uma vez o Flamengo parou nas mãos de Daniel. Em escanteio batido pelo lado direito, Léo Pereira cabeceou forte no canto direito do goleiro, que se esticou e fez um verdadeiro milagre no Maracanã.


O que estava ruim por conta do resultado, piorou. Após dois cartões amarelos seguidos, um por chutar a bola no momento em que o jogo estava parado e o segundo por ironizar a arbitragem de Paulo Roberto Alves Júnior, Gabriel Barbosa, principal jogador da equipe de Renato Gaúcho, foi expulso na marca dos 20 minutos do segundo tempo.


Com superioridade numérica, o Internacional controlou as ações e não demorou a transformar a vitória em goleada. Em jogada pela direita, mais uma vez Yuri Alberto balançou as redes. Aos 24 minutos, o atacante do Colorado recebeu livre de marcação, invadiu a área com tranquilidade e fuzilou na direção de Diego Alves, que nada pôde fazer. 4 a 0 e um massacre gaúcho no Maracanã.


O Flamengo até que tentou diminuir o prejuízo, mas foi parando no nervosismo da equipe e nas grandes defesas do goleiro Daniel, que dividiu o posto de melhor em campo com o atacante Yuri Alberto.


A goleada sofrida interrompeu a sequência de oito vitórias consecutivas e placares elásticos aplicados pela equipe treinada por Renato Gaúcho. O próximo confronto do Flamengo será na quarta-feira (11), contra o Olímpia, pela fase quartas de final da Libertadores.



FICHA TÉCNICA

Flamengo 0 x 4 Internacional


Local: Maracanã


Flamengo: Diego Alves; Isla, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Michael), Everton Ribeiro (Thiago Maia) e Arrascaeta (Pedro); Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Renato Gaúcho.


Internacional: Daniel; Saravia (Heitor), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Paulo Victor; Rodrigo Dourado (Caio Vidal), Rodrigo Lindoso, Edenílson (Guerrero) e Patrick; Taison (Palacios) e Yuri Alberto (Johnny). Técnico: Diego Aguirre.


Gols: Yuri Alberto (18'/1T), (40'/1ºT), (26'/2ºT) e Taison (8'/2ºT).


Cartões amarelos


Flamengo: Diego e Gabriel Barbosa.

Internacional: Palacios.


Cartões vermelhos


Flamengo: Gabriel Barbosa.


Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior.


Fonte: O Dia

0 Comments:

Postar um comentário

Como Assistir Filme no NetuTv Pelo Celular?

AJUDAR O BLOG CLIQUE NO ANUNCIO!

Como passar no encurtador Drop link

AJUDAR O BLOG CLIQUE NO ANUNCIO!