Volta Vinícius pode ligar 'pontas soltas' no esquema do Vasco

Rafael Ribeiro/Vasco

Rio - O primeiro jogo que o ataque do Vasco passou em branco sob o comando de Ramon Menezes, domingo, contra o Grêmio, deixou um alerta para o 'Ramonismo'. Com solidez na defesa, bem protegida na formação com três volantes, o Cruzmaltino pecou pela falta de imaginação na criação. Recuperado de uma lesão na panturrilha esquerda, Vinícius estreou na competição e mudou a dinâmica ofensiva no segundo tempo.

Às vésperas do decisivo confronto com o Goiás, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, no Serrinha, o reforço pode ser a solução para as 'pontas soltas' no novo esquema do treinador. Derrotado por 1 a 0, em São Januário, o Cruzmaltino precisa de uma vitória por dois gols de diferença para seguir vivo na competição. A classificação vale R$ 2 milhões.

O impetuoso Vinícius pode encerrar o período de improvisos pela direita. Testados, Gabriel Pec e Benítez não corresponderam na função. Outra 'ponta solta', a falta de criatividade diagnosticada no empate com o Grêmio, poderia ser melhorada com a volta do camisa 10 argentino à posição de origem.

Em busca do primeiro gol como profissional, o atacante, de 19 anos, não esconde a ansiedade ou a fome de bola. Foi ele o autor da jogada mais perigosa no domingo. A caprichada finalização, com curva, porém, parou na bela defesa de Paulo Victor, adiando a sonhada comemoração.

"Foi por pouco. Quase consegui marcar meu primeiro gol... Só tenho a agradecer o Ramon por acreditar no meu potencial. Vou continuar trabalhando para voltar ao time titular e fazer boas partidas. Estava ansioso para voltar e jogar logo", disse Vinícius, à 'Vasco TV'.

Fonte: O Dia / Marcelo Bertoldo