Morre aos 83 anos Jaime Lerner, urbanista de destaque e duas vezes governador do Paraná

Foto: Maurílio Cheli /Folhapress


 Morreu nesta quinta-feira (27) o ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba Jaime Lerner, aos 83 anos, por complicações renais. Ele estava internado desde a última sexta-feira (21) no Hospital Evangélico Mackenzie, na capital paranaense.


"É com imenso pesar que o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie informa que às 5h10 desta quinta-feira, 27 de maio, o ex-governador Jaime Lerner veio a óbito em decorrência de complicações de doença renal crônica. Lamentamos a perda e desejamos conforto aos familiares, em nome do Senhor", afirmou o hospital em nota na manhã desta quinta-feira.


Arquiteto e urbanista formado pela UFPR (Universidade Federal do Paraná), Lerner ficou afastado da política nos últimos anos.

Ele foi prefeito de Curitiba por três vezes entre as décadas de 1970 e 1990, por Arena, PDS e PDT. Depois, foi governador do Paraná por dois mandatos consecutivos, de 1995 a 2002 –elegeu-se primeiro pelo PDT e, em seguida, pelo então PFL (atual DEM).


Em março deste ano, Lerner teve Covid-19, mas na ocasião apresentou somente sintomas leves da doença.


Lerner ganhou projeção nacional e internacional pelos projetos arquitetônicos e urbanísticos que desenvolveu para Curitiba, como os feitos em calçadões, parques e no sistema de transporte da capital paranaense.


Após deixar a Prefeitura de Curitiba, indicou como sucessor, na época, Rafael Greca que comandou a cidade entre 1993 e 1996.


Em 1997, Lerner, deixou o PDT após divergências com o principal líder do partido na época, Leonel Brizola. Em seguida, filiou-se ao então PFL.


Em entrevista à Folha no ano passado, falou sobre sua visão para as cidades brasileiras no pós-pandemia. Abolir a divisão dos bairros por função ou renda foi uma das propostas que apresentou.


"Diversidade é qualidade de vida", disse na ocasião. Ele também pensava em um novo papel para os carros, que ele chamou de "o cigarro do futuro".


Questionado sobre o momento político do país, Lerner disse que "em termos políticos o que deveria existir é a boa convivência entre aqueles que não concordam, isso está difícil".


"O que eu gostaria de ver é uma visão mais humana, mais próxima, não antagônica, espero que isso aconteça. Todas as cidades que têm apresentado crise nessa pandemia precisam ser repensadas com mais solidariedade", disse.


Lerner também foi presidente da União Internacional dos Arquitetos durante os anos de 2002 e 2005. Em 1990, ele foi condecorado com o Prêmio Máximo das Nações Unidas para o Meio Ambiente, em Nova York.


Desde que deixou a política, atuava no desenvolvimento de projetos de arquitetura e urbanismo para os setores público e privado de diversas cidades no Brasil e no exterior, como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Florianópolis, Recife, Havana (Cuba), Caracas (Venezuela), Xangai (China), Luanda (Angola), David (Panamá), Mazatlán (México) e Santiago de Los Caballeros (Republica Dominicana).


Fonte: Folhapress

0 Comments:

Postar um comentário

Como Assistir Filme no NetuTv Pelo Celular?

AJUDAR O BLOG CLIQUE NO ANUNCIO!

Como passar no encurtador Drop link

AJUDAR O BLOG CLIQUE NO ANUNCIO!